in

20 sinais que indicam que você não nasceu para ter filhos- o 13º é cruel!

Os filhos são uma das maiores dádivas existentes na vida de ser humano, no entanto, muitos nem sonham em ser pai ou mãe um dia, e até chegam a se enojarem só de pensar na ideia de ter herdeiros na família.

Os motivos podem variar; embora geralmente a resposta seja viagens, realização de sonhos, vida profissional exaustiva, ou até mesmo a falta de vocação para ter filho.

Mas se você quer saber se realmente a paternidade ou maternidade não é pra você, aqui vão alguns sinais:

1. Você não sabe como falar com uma criança e se sente desconfortável com a presença de uma criança ao seu lado.

2. Você nem mesmo tem plantas porque elas todas que você ganha, morrem por falta de cuidados.

3. Você odeia ouvir uma criança chorar, mas é grato por não ser você quem tem que lidar com isso.

4. Você não consegue manter um relacionamento amoroso estável por mais de 6 meses.

5. Você acha muito caro ter um filho.

6. Você tem muito o que fazer e não tem tempo para nada.

7. Você gosta mais de seus animais de estimação do que de crianças.

8. Você não gosta da ideia de ter que trocar uma fralda.

9. Você não quer negligenciar suas preciosas e amadas horas de sono.

10. Você não sabe a maneira correta de carregar um bebê e morre de medo dele cair de seus braços.

11. Você fica entediado nas festas de seus sobrinhos ou filhos de amigos.

12. Você não sabe fazer vozes ou sons engraçados para agradar as crianças e a verdade é que também não tem interesse em aprender.

13. Você foge quando vê uma criança e evita o contato visual a todo custo.

14. Você se sente incomodado quando seus parentes fazem as piadas e comentários típicos sobre futuros netos, sobrinhos ou primos.

15. Você acha que seus amigos que se tornaram pais perderam a graça.

16. Você prefere fazer viagens só do que na companhia de crianças.

17. Filmes infantis ou desenhos animados deixam você com sono.

18. É difícil para você seguir o fio do seu pensamento ou de uma conversa quando há sons de choro ou de crianças ao fundo

19. Seu objetivo principal na vida é o crescimento profissional.

20. Definitivamente e por fim, a verdade é que sua criança interior não está pronta para enfrentar uma competição.

Escrito por Paulo Freitas

Jornalista sempre em busca da informação, movido pelo universo curioso e antenado em temas de saúde.