in

Tabloide Britânico informa que Vladimir Putin está com Parkinson e renunciará

Vladimir Putin

Nesta sexta-feira (6), uma reportagem do tabloide britânico “The Sun”, informou que Vladimir Putin está com doença de Parkinson e por esse motivo vai renunciar ao cargo de presidente da Rússia, em 2021.

Os observadores do tabloide que examinaram as últimas gravações de um vídeo, notaram que as pernas de Putin pareciam estar em movimento constante e que Putin estava agarrado ao braço da cadeira e parecia estar sofrendo.

Seus dedos também pareciam se contorcer enquanto ele segurava a caneta e o copo que deveria conter os analgésicos.

O tabloide inglês publicou que a informação inicial partiu de um cientista político russo, Valery Solovei.

De acordo com o cientista, a namorada e as filhas de Putin estão pressionando para que renuncie o cargo, porque os sintomas já teriam começado a aparecer.

“Há uma família que tem uma influência muito grande nele. Ele pretende divulgar seus planos de transferência em janeiro “, declarou Solovei ao tabloide.

Especulações sobre a saída de Putin do poder

Especulações de que o reinado de 20 anos de Putin, o segundo mais longo depois de Stalin, pode estar chegando ao fim, começaram a circular nesta semana, quando um projeto de lei foi elaborado para torná-lo senador vitalício após o fim de seu governo.

O projeto de lei apresentado pelo próprio Putin, que visa garantir a ele imunidade contra processos e privilégios do Estado até a morte, está sendo rapidamente processado no parlamento.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que assegurar ao presidente o papel de senador vitalício é uma prática comum em muitos países ao redor do mundo e é plenamente justificada.

Como “The Sun” lembrou, a equipe do presidente russo negou repetidamente os rumores de que ele estaria planejando uma saída da política, e o próprio Putin publicou regularmente fotos dele, em boa forma, caçando, atirando, cavalgando e jogando hóquei.

“O presidente está bem”

Dmitry Peskov, disse que as notícias da mídia sobre a renúncia de Putin são mentirosas.

“Isso é um absurdo absoluto. O presidente está bem”, disse o porta-voz do Kremlin, negando que ele tenha intenção de renunciar ao cargo por qualquer motivo.

Escrito por Paulo Freitas

Jornalista sempre em busca da informação, movido pelo universo curioso e antenado em temas de saúde.