in

15 alimentos que os cães não podem comer- Cuidado o 7º pode levar a morte do seu pet!

A comida para cães é devidamente selecionada por uma razão: ao comprar produtos especializados e destinados a esses animais de quatro patas, podemos ter a certeza de que a alimentação não fará mal e não afetará negativamente a saúde do cachorro.

Afinal, nem todos sabemos que muitos produtos adequados para humanos podem ter um efeito negativo ou até mesmo ser muito perigoso no organismo de um animal.

Não vamos esquecer que a flora bacteriana do trato digestivo dos cães é muito mais pobre do que a dos humanos, e alguns produtos alimentares aparentemente seguros podem causar uma reação indesejável e até mesmo levar a morte de seu pet de estimação.

Vale a pena descobrir o que o seu cachorro não pode comer, para evitar consequências perigosas.

15 alimentos que você nunca deve dar ao seu cão:

1. Abacate

O abacate contém uma substância chamada persina, que é altamente tóxica e pode causar diarreia, vômitos, danos ao músculo cardíaco e até distúrbios circulatórios e respiratórios.

É importante saber que este perigoso composto químico contido no abacate é muito perigoso não só para os cães, mas também para cavalos, coelhos, pássaros, peixes e vacas.

2. Café

O café, assim como o cacau, contém teobromina, que pode ser letal para os cães. Este componente provoca vômitos, falta de apetite, letargia e também dor no animal.

Além disso, a cafeína é prejudicial até em menores quantidades consumidas por cães, causando graves distúrbios de pressão.

3. Carne e ossos malcozidos

Você deve ter muito cuidado ao dar carne ou ossos ao seu cão. Crus ou mal cozidos, eles podem conter bactérias como Salmonella e E. coli.

Os ossos também correm o risco de ficar presos ou perfurados no trato digestivo.

4. Cebola

As cebolas são tóxicas para os cães, sejam cruas, cozidas ou assadas. Após a ingestão, dissulfetos tóxicos com forte efeito oxidante são liberados no trato digestivo do cão.

Seu efeito tóxico consiste na destruição da estrutura normal dos glóbulos vermelhos, o que pode levar à anemia canina.

5. Chocolate

Muita gente já sabe, mas não custa lembrar que o chocolate é venenoso para os cães. Isso porque esse doce delicioso, contém cafeína, teobromina e teofilina, substâncias que causam vômitos e diarreia em seu cão e podem causar danos ao coração e ao sistema nervoso.

Além disso, as metilxantinas presente no chocolate causam sibilância intensa, sede e micção excessivas, hiperatividade, convulsões e até morte.

O chocolate amargo é mais perigoso do que o de leite e o chocolate branco, porque contém maior quantidade de metilxantina.

6. Cogumelos

Os cogumelos são difíceis de digerir e, em grandes quantidades, podem ser venenosos para o cão.

Os fungos presentes nos cogumelos, perturbam o estômago e afetam o sistema nervoso, os rins e o coração do animal.

7. Damasco

O damasco é um alimento considerado proibido para cães, pois suas folhas ou sementes, podem causar dilatação da pupila, vermelhidão das membranas mucosas, dificuldade para respirar, choque e morte.

8. Frutas cítricas

Mesmo consumidas em pequenas doses, as frutas cítricas como laranjas, podem causar problemas estomacais em cães.

Doses mais altas podem causar aumento da dor abdominal e potencialmente depressão do sistema nervoso central.

9. Leite

O leite certamente não é venenoso para o seu cão, mas em quantidades excessivas pode causar problemas gastrointestinais, como fezes moles ou diarreia e alergias.

Isso ocorre porque um cão adulto perdeu uma enzima chamada lactase, que é responsável por quebrar a lactose, o açúcar básico do leite.

Além disso, os laticínios costumam ter alta concentração de gordura, o que não tem efeito positivo na saúde de nosso animal de estimação.

10. Massa de fermento

Devido às suas propriedades, a massa de fermento pode ser uma grande ameaça para um animal.

Se um cachorro comer massa de fermento crua, o fermento pode se multiplicar no estômago do animal, o que pode levar a distúrbios no funcionamento adequado do sistema digestivo, ou até mesmo causar sua ruptura.

11. Nozes de Macadâmia

Diferente do consumo de amendoins, as nozes de macadâmia são venenosas para cães. Depois de consumi-las, o cão terá dificuldade para se mover e seus sistemas digestivo, nervoso e muscular podem ser danificados.

12. Ovo cru

O ovo cru pode causar problemas na pele e na pelagem do seu cão. Também existe o risco de contrair dele contrair Salmonella e bactérias E. coli.

13. Ração de gato

A comida para gatos fornecerá ao seu cão quantidades inadequadas de vitaminas, minerais e nutrientes.

Além disso, devido ao excesso de proteína, o cão pode sofrer diversos problemas de saúde, incluindo uma perigosa insuficiência renal.

14. Sal

O sal faz com que o cão sinta sede excessiva e urine demasiadamente. Nos casos de intoxicação por sódio, aparecem sintomas como vômitos, diarreia, hipertermia, depressão ou demência, tremores, convulsões e até morte.

15. Sementes de maça

Assim como o damasco, as sementes da maça contêm cianeto, uma substância química potencialmente mortal se o seu cão as consumirem em grandes quantidades, pois pode bloquear o processo de respiração celular.

Em caso de envenenamento grave, o cão fica inconsciente, desmaia e até morre.

Escrito por Paulo Freitas

Jornalista sempre em busca da informação, movido pelo universo curioso e antenado em temas de saúde.