in

Startup lança projeto inovador de produção de clara de ovo sem a necessidade de galinhas

Com a crescente crise climática e o surgimento de outras condições desfavoráveis para o planeta terra, pesquisadores estão cada vez mais, procurando meios alternativos de produção de energia, alimentos e agora até de clara de ovo.

E isso pode ser bastante animador, principalmente para os defensores dos direitos dos animais, que pregam o fim da criação de galinhas para produção de ovos.

A criação inovadora de uma startup finlandesa

A startup finlandesa, Onego Bio, desenvolveu um método de criação da clara de ovo de forma sintética, sem a necessidade de galinhas.

A missão da startup é produzir claras de ovos, reduzindo a zero o sofrimento dos animais e reduzindo o impacto ambiental da pecuária.

Isso seria possível graças à produção de ovalbumina, em laboratório. Esta é a proteína contida na clara do ovo.

A produção da clara de ovo sem a participação de galinhas

O processo de obtenção de clara de ovo, sem a necessidade de possuir ovos e galinhas, é semelhante ao testado para a produção de carne sintética.

Esse processo utiliza microrganismos, Trichoderma reesei, que sintetizam moléculas proteicas complexas através de processos de fermentação.

Segundo a Onego Bio, ficou claro com as pesquisas realizadas, que não será possível atender às necessidades alimentares, mantendo os processos de produção de alimentos inalterados. Daí a ideia de usar a fermentação para a produção de ovos.

Na prática, o material genético da ovalbumina é introduzido nos Trichoderma reesei, para produzir a proteína.

Assim, micróbios adequadamente alimentados começam a produzir ovalbumina em vez de sua própria proteína.

Essas proteínas são então coletadas e processadas em pós, que podem ser usados ​​na indústria alimentícia ou como suplementos proteicos.

Durante todo o processo, as galinhas não são utilizadas, porque o material genético inicial vem do banco de dados genético e não das aves.

O investimento da startup no projeto é avaliado em mais de 10 milhões de euros.

Seria uma boa alternativa, para os ovos de galinha, não?

Written by Paulo Freitas

Jornalista sempre em busca da informação, movido pelo universo curioso e antenado em temas de saúde.

Se você presenciar essas coisas em um restaurante, abandone-o imediatamente!