in

10 coisas que você provavelmente não sabe sobre a chuva

chuva

Há quem a ame e quem a odeie, quem não aguente o seu molhado ou quem adore o seu frescor. De quem estamos falando? Da chuva!

Vamos descobrir algumas curiosidades sobre esse fenômeno atmosférico específico, vale a pena ler esse artigo até o final!

1. A velocidade da chuva

Velocidade da chuva

A velocidade da chuva depende do diâmetro e peso das gotas de água. Considerando que o diâmetro mínimo de uma gota é de 0,5 mm e o máximo é de 6,3 mm, a chuva cai a uma velocidade entre 8 km / h em caso de garoa e 32 km / h em presença de aguaceiros ou trovoadas.

2. A cidade com a maior média de chuvas do mundo

Cherrapunji

A cidade com a maior média de chuvas do mundo é Cherrapunji, localizada no nordeste da Índia. Entre agosto de 1960 e julho de 1961, a maior precipitação de chuva anual do mundo foi registrada no local, chegando a 26.000. 460 mm.

3. A cidade mais seca do mundo

Arica

A cidade mais seca do mundo é Arica, localizada no norte do Chile. O período mais longo sem precipitação de chuvas foi de 14 anos e 5 meses, que aconteceu entre outubro de 1903 e janeiro de 1918.

4. A chuva cai mais no centro urbano do que em áreas rurais

Tempo Nublado

Estatisticamente, a chuva cai mais nas grandes cidades do que nas áreas rurais. As cidades produzem muita poluição e a poeira que flui para a atmosfera é o núcleo de condensação perfeito para as gotas de água.

As cidades devido às suas construções, também são ilhas de calor. As diferenças de temperatura entre a cidade e o campo, especialmente nas grandes cidades americanas, podem ultrapassar 12°C, enquanto nas cidades europeias chegam mais frequentemente aos 10°C.

A convecção de ar quente aumenta a frequência e a intensidade das chuvas nas cidades durante os meses quentes.

5. As chuvas caem em outros planetas

Saturno

As chuvas também caem em outros planetas. Na lua de Saturno, Titã, é a precipitação de chuva de metano. Em Vênus, as tempestades de ácido sulfúrico não atingem a superfície do planeta, devido às temperaturas extremamente altas, elas evaporam 25 km acima da superfície.

As nuvens no exoplaneta OGLE-TR-56b na constelação de Sagitário são compostas não de vapor d’água, mas de átomos de ferro, então chove ferro no planeta.

6. É melhor correr ou caminhar na chuva?

Correr na Chuva

Na imaginação popular, imagina-se que para se molhar menos é preciso correr. Na realidade, nem sempre é verdade, porque depende do caminho a percorrer e da forma como a chuva cai.

Claro que se tivermos que percorrer uma distância curta, certamente nos molharemos menos durante a corrida, mas se, ao contrário, a jornada a ser feita for longa e a chuva for inclinada, a velocidade da corrida combinada com a velocidade do vento, fará com que nosso corpo seja exposto a um maior número de quantidades de água.

O resultado? Você se molha mais enquanto corre! E se a chuva cair verticalmente? Correndo ou caminhando, a quantidade de água que nos atinge é a mesma!

7. O continente mais seco do mundo

Antártica

A Antártica é o continente mais seco do mundo, cerca de 715 mm de chuva caem no continente anualmente, enquanto a média anual para toda a Terra é de 990 mm.

8. O diâmetro máximo da chuva

diâmetro máximo da chuva

O diâmetro máximo da gota de chuva que cai pode ser de 5 mm. Essa queda é instável e até mesmo uma leve perturbação faz com que ela se desintegre.

As gotas em queda livre com um diâmetro de até 1 mm são quase perfeitamente esféricas. À medida que voam, deformadas pela força aerodinâmica, elas se expandem e se achatam.

Gotículas com diâmetro superior a 2 mm são achatadas. Em gotículas com diâmetro superior a 3 mm, uma depressão é formada na parte inferior, e o formato do corte transversal é semelhante ao de um grão de feijão.

9. O lugar mais úmido do mundo

Waialeale

O lugar mais úmido do mundo é Waialeale, um pico vulcânico no Havaí, localizado no centro da ilha de Kauai.

10. Quantos raios caem na terra?

Raios

De acordo com um cálculo da NASA, cerca de 2 milhões de raios ocorrem em um ano, o que significa que em um minuto a Terra é atingida por cerca de 6.000 raios, ou 100 raios a cada segundo.